Polipo Endometrial900x400
O que são pólipos endometriais ou uterinos

Os pólipos endometriais, também conhecidos como pólipos uterinos, são massa fixa no revestimento interno do útero. Os pólipos endometriais podem ter uma base plana (sésseis) ou ser ligados ao útero por um pedículo. Pólipos pediculados são mais comuns que os sésseis. Os pólipos endometriais variam de tamanho de alguns milímetros a vários centímetros. No caso dos pólipos pediculados uterinos eles podem se projetar através do cérvix até a vagina. Pequenos vasos sanguíneos podem estar presentes nos pólipos endometriais, especialmente nos maiores.

Causas dos pólipos endometriais ou uterinos

Não é conhecida nenhuma causa definitiva para os pólipos endometriais ou uterinos, mas eles parecem ser afetados pelos níveis hormonais e crescem em resposta ao estrogênio em circulação.

Sintomas dos pólipos endometriais ou uterinos

Os pólipos endometriais ou uterinos geralmente não causam sintomas. Quando os sintomas ocorrem, eles incluem sangramento menstrual irregular, sangramento entre períodos menstruais, sangramento menstrual excessivo (menorragia), e sangramento vaginal depois da menopausa. Sangramento a partir dos vasos sanguíneos nos pólipos endometriais contribui para elevação da perda de sangue durante a menstruação. Se o pólipo endometrial projetar-se através do cérvix até a vagina, pode ocorrer dor durante a menstruação (dismenorréia).

Diagnóstico dos pólipos endometriais ou uterinos

Os pólipos endometriais podem ser detectados por ultra-som vaginal (sonohisterografia), histeroscopia, e dilatação e curetagem. A detecção por ultra-sonografia pode ser difícil, particularmente quando há hiperplasia endometrial, que é o espessamento excessivo do endométrio.

Tratamento dos pólipos endometriais ou uterinos

Os pólipos endometriais ou uterinos podem ser removidos cirurgicamente usando curetagem ou histeroscopia. Quando é feita a curetagem, alguns pólipos podem não ser achados. Durante a histeroscopia, os pólipos podem ser visualizados e removidos através do cérvix. Se for um pólipo grande ele pode ser cortado em seções para remoção.

Prognóstico e complicações decorrentes de pólipos endometriais ou uterinos

Os pólipos endometriais ou uterinos geralmente são benignos, embora alguns possam ser pré-cancerosos ou cancerosos. Em torno de 0,5% dos pólipos endometriais contêm células adenocarcinomas (câncer). Se os pólipos desenvolverem-se perto dos tubos de falópio, eles podem ocasionar dificuldade de engravidar. Embora tratamentos com histeroscopia geralmente resolvam a preocupação com pólipos, a recorrência de pólipos endometriais é freqüente.

Fatores de risco para pólipos endometriais ou uterinos

Os pólipos endometriais ou uterinos geralmente ocorrem em mulheres nos seus 40 e 50 anos. Fatores de risco incluem obesidade, pressão alta e histórico de pólipos cervicais. Terapia de reposição hormonal também eleva o risco de pólipos uterinos. Os pólipos endometriais ocorrem em até 10% das mulheres. Estima-se que pólipos endometriais ocorram em 25% das mulheres com sangramento vaginal anormal.


Dra. Paula Joazeiro
Ginecologista Obstetra Especializada em
Fertilização e Reprodução Humana Assistida

NITERÓI - ICARAÍ: Rua. Miguel de Frias, 154
IPANEMA: Rua Farme de Amoedo 75, sala 505 – Rio de Janeiro – RJ
BARRA DA TIJUCA: Av. Almirante Julio de Sá Bierrenbach 200 - Bloco 1A, Sala 136 – RJ
TIJUCA: Rua Conde de Bonfim 255, sala 512 – Edifício Medical Center – Rio de Janeiro – RJ