fbpx
Terça, 08 Setembro 2020 00:00

Qual a relação entre a FOP e a Infertilidade Feminina?

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Web Marketing
Avalie este item
(0 votos)

A falência ovariana precoce, mais conhecida como menopausa prematura é a perda da função ovariana antes dos quarenta anos de idade, quando os ovários deixam de produzir hormônios e não liberam mais óvulos. O resultado principal dessa alteração é a infertilidade.

Apesar de ser chamada de menopausa prematura, na FOP as mulheres podem apresentar ciclos menstruais ocasionais ou irregulares e até mesmo engravidar espontaneamente.

Os sinais e sintomas da falência ovariana precoce são parecidos com os da menopausa e apresentam uma típica deficiência de estrogênio. Eles incluem:

• Ciclos menstruais irregulares (com intervalos longos ou com ausência de menstruação;
• Fogachos (ondas de calor);
• Sudorese noturna;
• Secura vaginal;
• Irritabilidade ou dificuldade de concentração;
• Desejo sexual hipoativo.

Diagnóstico de Falência Ovariana Precoce

Serão realizados questionamentos a respeito dos seus sinais e sintomas, seu calendário menstrual. Além disso ele irá solicitar exames como:

- Teste de gravidez: avalia a possibilidade de gestação como causa da parada da menstruação. Vale lembrar que toda mulher com vida sexual ativa, com ausência de menstruação e com idade reprodutiva pode estar grávida;

- Dosagem do hormônio folículo estimulante (FSH): é um hormônio produzido pela glândula pituitária e estimula o crescimento dos folículos ovarianos. Mulheres com falência ovariana precoce geralmente apresentam níveis elevados de FSH sanguíneo;

- Dosagem de estradiol: habitualmente está diminuída em mulheres portadoras de FOP;

- Dosagem de prolactina: a hiperprolactinemia (doença caracterizada pelo aumento dos níveis de prolactina) é um diagnóstico diferencial de amenorréia (parada da menstruação).

- Cariótipo: exame que serve para avaliar uma possível alteração cromossômica como causa da FOP – principal diagnóstico diferencial é a síndrome de Turner;

-Teste genético FMR1: o gene FMR1 está associado com a síndrome do X frágil. Analisa os dois cromossomos “X” no intuito de avaliar alguma alteração característica dessa síndrome.

Caso você tenha notado que os seus ciclos menstruais estão ficando irregulares e que a menstruação não desceu por um período superior a três meses, você deve procurar auxílio médico para determinar a causa desse problema.


Dra. Paula Joazeiro - Ginecologista Obstetra, Especialista em Reprodução Humana Assistida. 
Tecnologia e carinho andando lado a lado num dos momentos mais importantes da sua vida!

Entre em contato conosco, exponha os seus objetivos, para que possamos lhe ajudar a encontrar os procedimentos que visam garantir os melhores resultados, sempre com foco na sua total satisfação.
Atendemos em: Ipanema, Tijuca, Barra da Tijuca  e Niterói - Rio de Janeiro - RJ
 

Ler 39 vezes

Matérias/Artigos

  • Reversão de Vasectomia
    Reversão de Vasectomia

    A vasectomia é um método de esterilização voluntária em que se realiza a obstrução, por cirurgia, dos canais deferentes no homem, impedindo que os espermatozóides se unam ao líquido seminal e sejam liberados, evitando a gravidez.

    Ler 30 vezes Leia mais ...
  • Qual a relação entre a FOP e a Infertilidade Feminina?
    Qual a relação entre a FOP e a Infertilidade Feminina?

    A falência ovariana precoce, mais conhecida como menopausa prematura é a perda da função ovariana antes dos quarenta anos de idade, quando os ovários deixam de produzir hormônios e não liberam mais óvulos. O resultado principal dessa alteração é a infertilidade.

    Ler 39 vezes Leia mais ...
  • Diagnóstico Genético Pré-Implantacional
    Diagnóstico Genético Pré-Implantacional

    O diagnóstico genético pré-implantacional (DGPI), que consiste em um exame genético realizado antes da implantação dos embriões no útero. A análise pode ser tanto dos cromossomos, quanto dos genes, e visa prevenir a transferência de embriões portadores de doenças gênicas ou cromossômicas

    Ler 75 vezes Leia mais ...
  • Como ocorre o contágio do HPV?
    Como ocorre o contágio do HPV?

    O contato íntimo desprotegido é a forma mais comum de se "pegar HPV", mas esta não é a única forma de transmissão da doença. Outras formas de transmissão do HPV são:

    Ler 107 vezes Leia mais ...
  • Tratamentos de reprodução assistida para casais Homoafetivos
    Tratamentos de reprodução assistida para casais Homoafetivos

    No Brasil, o Conselho Federal de Medicina publicou em 2019 uma nova resolução que garante aos casais formados por pessoas do mesmo sexo, o direito de recorrer a técnicas de reprodução assistida, para ter filhos biológicos.

    Ler 94 vezes Leia mais ...