fbpx
Sexta, 16 Julho 2021 00:00

Você sabe o que é pH Vaginal?

Escrito por Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Andrômeda Web Marketing
Avalie este item
(0 votos)

Com certeza, você já ouviu falar em pH. Diferentes partes do nosso corpo possuem um tipo de pH que contribui para seu funcionamento saudável. Você sabia que a vagina também tem um específico?

A sigla pH significa “potencial hidrogeniônico”, é uma escala que mede a acidez de uma solução. O grau pode variar de 0 a 14, sendo o 7 considerado como neutro. De 0 a 7, a substância é classificada como ácidas, e de 7 a 14 como alcalinas (ou básicas). No caso da vagina, o valor de pH saudável é entre 3,8 a 4,5, ou seja, é ácido.

Qual a importância do pH da vagina ser ácido?

O termômetro da saúde vaginal é o valor do pH. Naturalmente, a vagina possui bactérias e fungos sem causar danos. Elas produzem ácido láctico que reduz o valor do pH. Por conta desses habitantes, o pH da vagina é ácido.

 

O pH saudável ajuda a vagina a estimular as boas bactérias, e controlar as ruins, funcionando basicamente como um sistema de defesa da região íntima, atuando dessa forma como uma barreira de proteção da vagina contra irritações e infecções. ⠀

O que acontece se o pH da vagina desregular?

Quando há um desequilíbrio da flora vaginal, o pH da região é modificado. Consequentemente, ele não cumprirá seu papel e ocorrerá a proliferação de microrganismos nocivos que pode resultar em doenças. 
Se estiver muito ácido, existe o risco do desenvolvimento de infecções por fungos e bactérias, como candidíase. 

Já se estiver alcalino, a mulher pode contrair uma vaginose, por não se auto defender

 

É preciso cuidar muito bem da região íntima, para que não se torne um ambiente propício para infecções. Diversos fatores externos podem acabar prejudicando a vagina a manter sua acidez natural.

 

O que pode alterar o pH vaginal?

  • O uso de antibióticos
  • Gestação;
  • Menopausa;
  • Relações sexuais;
  • Duchas internas;
  • Exposição a umidade;
  • Suor;
  • Higiene inadequada;
  • Roupas apertadas;
  • Irritação.

 

Como ajudar a manter o equilibro e ter um pH vaginal saudável?

  • Realizar a higiene íntima diariamente com sabonetes íntimos suave com pH ácido ou equilibrado;
  • Lavar a região íntima com água morna;
  • Não usar duchas;
  • Usar lingeries de algodão, e tecidos que não promovem a umidade da área;
  • Tomar banho após atividades que causam suor;
  • Durante o período menstrual, trocar o absorvente regularmente;
  • Se identificar algo em comum, não se auto diagnosticar, procurar um médico;
  • Visitar seu ginecologista com frequência.


É importante ressaltar sobre as relações sexuais. O esperma possui um pH alcalino e pode desestabilizar o ambiente da vagina com o desenvolvimento de bactérias. Por isso, além de prevenir de doenças sexualmente transmissíveis, a camisinha é indicada para proteger seu corpo. 


Faça seus exames regularmente!
 Estou pronta para ajudar você.


Dra. Paula Joazeiro - Ginecologista Obstetra, Especialista em Reprodução Humana Assistida. 
Tecnologia e carinho andando lado a lado num dos momentos mais importantes da sua vida!

Entre em contato conosco, exponha os seus objetivos, para que possamos lhe ajudar a encontrar os procedimentos que visam garantir os melhores resultados, sempre com foco na sua total satisfação.
Atendemos em: Ipanema, Tijuca, Barra da Tijuca  e Niterói - Rio de Janeiro - RJ
 

Ler 167 vezes

Matérias/Artigos